sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

"1984" de Orwell é Agora: "Carrier IQ" e a Espionagem de Massa

Na verdade tem sido tem tempo. Não desde 1984 literalmente, mas de modo prático, eu diria sobre a coisa toda ter tomado uma dimensão verdadeiramente dramática quando apareceu o Windows ME, um dos primeiros "Big Brothers" de verdade, assemelhando-se com o onipresente personagem de Orwell em seu célebre romance "1984". Tudo por culpa de uma certa porta 5000...

A coisa toda avançou. Como se não bastasse o monitoramento a dados em computadores ligados à internet, os celulares atuais, que sempre foram alvos primários dos sistemas de vigilância, parecem ser agora os principais agentes state-of-the-art, funcionando como os verdadeiros "olhos grandes" do onipresente personagem de Orwell.

Julian Assange, o polêmico mentor da Wikileaks, disse, em uma entrevista coletiva e reproduzido no Gizmodo o seguinte:

"A verdade é que empresas de inteligência estão vendendo, exatamente agora, para países ao redor do mundo, sistemas de vigilância massivaa para iPhones, Blackberries e para o Gmail".
E completou: "Estamos ferrados".

As afirmações de Assange parecem ganhar um delineamento preocupante quando associadas às notícias sobre o "Carrier IQ", um software de vigilância presente nos dispositivos móveis e segundo a Bloomberg, uma agência reguladora alemã convocou a Apple para se justificar quanto à presença do software no desejado iOS, o sistema operacional dos iPhones, iPod Touchs e iPads.

O caso é mais sério com a HTC. Segundo o pesquisador Trevor Eckhart, o "Carrier IQ" veio incorporado ao seu aparelho, funcionando com o sistema Android. Ao que parece, a HTC tentou "calar a boca" do pesquisador. Em vão.

Eckart divulgou no YouTube um vídeo de 17 minutos onde o software registrou mensagens recebidas, teclas pressionadas e demais ações executadas no aparelho. Tudo isso, sem qualquer aviso ao portador do telefone.
Ao que parece, o "Carrier IQ" está presente em mais de 140 milhões de aparelhos, segundo artigo publicado na Linux.org.

Os usuários do Android contam com um aplicativo denominado "LoggingTestApp", criado por Eckart para verificação quanto à execução do "CarrierIQ" em seus aparelhos. A versão "Pro" do utilitário do pesquisador, permite a remoção do software.

Vale a pena conhecer os detalhes da estória no artigo publicado na BR-Linux.org.

Confira a seguir um dos vídeos divulgados por Eckart. Veja também o artigo em:


Nenhum comentário:

Postar um comentário